Archive for February, 2010

AMAZON√ĀRIO - DicioN√ĀRIO das Coisas da AMAZ√Ēnia

Por Silvio Marchini

Da comida √† dan√ßa, da hist√≥ria a lugares importantes, das plantas e animais aos seres encantados, esse dicion√°rio re√ļne 101 √≠cones do universo amaz√īnico. Devo dizer, por√©m, que n√£o segui nenhum crit√©rio objetivo para escolher as palavras que comp√Ķem esse dicion√°rio. O leitor pode ter suas pr√≥prias prefer√™ncias e discordar das minhas escolhas. Algum termo importante pode realmente ter ficado de fora da lista ou algum dos termos abaixo pode n√£o ser assim t√£o relevante. Escolhi essas palavras t√£o somente pela import√Ęncia que t√™m nas minhas pr√≥prias lembran√ßas; lembran√ßas de quem j√° morou em Manaus e Bel√©m e trabalhou em diferentes cantos dessa regi√£o, da Serra do Navio no Amap√° ao rio Tarauac√° no Acre, de Mamirau√° no Amazonas a Alta Floresta no Mato Grosso.

Justamente por isso, certos termos desse dicion√°rio s√£o mais relevantes em algumas partes da Amaz√īnia e menos em outras. Pergunte a qualquer manauara se ele ou ela √© caprichoso ou garantido e a resposta vai estar na ponta da l√≠ngua. A mesma pergunta pode fazer pouco sentido fora do Amazonas. Belenenses dan√ßam o carimb√≥, param para ver o C√≠rio de Nazar√© e n√£o saem de casa sem antes comer a√ßa√≠ com tapi√≥ca. Caboclos ribeirinhos dormem na rede apesar dos carapan√£s, cultivam ervas no jirau, apertam a farinha no tipiti e dependem da canoa para descer o igarap√©, os seringueiros de Xapuri s√£o descendentes dos soldados da borracha, o desmatamento mudou mais a paisagem ao longo da rodovia Transamaz√īnica do que nos igap√≥s do rio Negro, e assim por diante.

Por se tratar de um dicion√°rio, busquei defini√ß√Ķes enciclop√©dicas para cada um dos verbetes. A maioria dos links remete √† Wikip√©dia. A Fantastip√©dia foi usada para palavras como “mapinguari” e “iara”. Muitos termos s√£o exclusivamente amaz√īnicos, como Alter do Ch√£o, Teatro Amazonas e ciclo da borracha. Outros, por√©m, s√£o mais gerais e ainda n√£o est√£o devidamente descritos em seu contexto amaz√īnico. Exemplos de tais termos s√£o “canoa” e “pia√ßaba”. Na verdade, espero que essa seja apenas a primeira vers√£o do dicion√°rio. Adi√ß√Ķes e altera√ß√Ķes devem vir em breve.

A
Açaí
Amazonas
Amaz√īnia
Anavilhanas
Andiroba
Alter do Ch√£o
Aruan√£

B
Balbina
Bar√Ķes da borracha
Belém
Belo Monte
Boi-Bumb√°
Boto-encantado
Boto-rosa

C
Caboclo (real)
Caboclo (fant√°stico)
Canoa
Caprichoso
Carapan√£
Carimbó
Castanha-do-Par√°
Chico Mendes
Ciclo da borracha
Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS)
Círio de Nazaré
Cobra-Grande ou boi√ļna
Cupua√ß√ļ
Curumim
Curupira

D
Desmatamento ou Desflorestamento

E
Encontro das √Āguas

F
Farinha
Floresta
Fordl√Ęndia
Forte do Castelo de Belém
Forte do Macap√°
Forte Príncipe da Beira

G
Garantido
Guaran√°

H
Harpia ou Gavi√£o-Real

I
Iara
Igapó
Igarapé
√ćndio ou Ind√≠genas
Ing√°
Instituto Nacional de Pesquisas da Amaz√īnia (INPA)

J
Jari
Jarina ou Pau-marfim
Jirau

M
M√£e-da-seringueira
Mandioca
Maniçoba
Manaus
Mapinguari
Marajó
Mercado de Manaus
Monte Roraima
Muiraquit√£
Museu Paraense Emilio Goeldi

O
Oiapoque
Onça-pintada
Orellana, Francisco de

P
Parintins
Peixe-boi
Piaçaba
Piranha
Pirarucu
Pororoca
Porto de Manaus

R
Rede
Reimoso
Rio Amazonas
Rio Negro

S
Sairé ou Çairé
Seringueira
Seringueiro
Serra do Navio
Soldados da borracha:
Sucuri
Suma√ļma ou sama√ļma

T
Tacac√°
Tambaqui
Tapióca
Tartaruga-da-Amaz√īnia
Teatro Amazonas
Theatro da Paz
Tipiti
Transamaz√īnica, Rodovia
Tucum√£
Tucuruí
Tucupi
Tucuxi

U
Urucum

V
Vale do Javari
V√°rzea
Ver-o-Peso
Vitória Régia

X
Xapuri

W
Waimiri-Atroari

Y
Yanomami

Z
Zona Franca de Manaus

Keywords: dicion√°rio, Amaz√īnia, gloss√°rio, dictionary, Amazon.

No comment »

Amaz√īnia ter√° torre de pesquisa de 320 m para monitorar a atmosfera

No comment »

A cidade faz mal à floresta (não diga)

No comment »

Amaz√īnia s√≥ tolera mais 3% de desmate

No comment »